Skip to content
Estimados e seletos protagonistas da jornada em que inadvertidamente mergulharam, É com uma languidez insuperável que ousaria descrever como sufocante que me vejo compelido a corresponder com vocês nesta obscura encruzilhada. O tédio, como uma âncora de sombras, arrasta meu ânimo para a penumbra que caracteriza os dias eternos de Baróvia. Os sabores que permeiam esta terra há tanto tempo corrompida me induzem a um estado de repulsão infindável, e a vida nesta prisão entediante se tornou um jugo insuportável para minha alma atormentada. Contudo, em meio a esta desolada tapeçaria de desencantos, uma cintilação de possibilidade se esgueira. Vocês, meus aventureiros
de singular estirpe, como raios fugazes em meio a um céu tempestuoso, emergem da mesmice com uma luminosidade ímpar. Compreendo que muitos entre vocês são de naturezas tão variadas quanto os segredos do cosmos, alguns até mesmo abraçando a inefável transição para a não-vida. Contudo, é precisamente esta singularidade que inflama minha curiosidade e me leva a crer que em vocês, meus eleitos, residem os recursos para apaziguar minhas carências inextinguíveis. Não permitam que minha aparente impassibilidade os iluda, pois anseio por contemplar seus esforços na consecução da tarefa que lhes confio: a refinação da safra em que se transformaram. Oh,
como almejo testemunhar a elaboração de suas trajetórias, e como almejo mais ainda colher os frutos do empenho que dispendem. Sob a sombra das torres de meu castelo, aguardo pacientemente pelo momento em que, imbuídos de propósito e destemidos, ousarão penetrar em meus aposentos. É lá que seremos enleados em diálogos de elevado teor intelectual e banquetearemos com os prazeres que só a aristocracia da alma pode oferecer. Minha querida Polly, Aaron, o predileto das Névoas, Dois-em-um Alli e Meri, figura estimada e excêntrica Dauf, e mesmo você, Shimi, cujas facetas permanecem mergulhadas em um véu de enigmas, todos vocês têm
um papel de proeminência nesta ópera obscura. Que os caminhos que percorrem guiem-nos, inexoravelmente, à inevitável junção de nossos destinos, quando a promessa de novidades e emoções ímpares aguardará ansiosamente para se cumprir. Estou faminto... Quero dizer, ansioso, com uma expectativa que beira a impaciência, para recebê-los em meus recintos. Ademais, gostaria de salientar, com a devida ênfase, que agora vos encontrais sob a custódia de meus mais fervorosos legalistas, e sair dessa mansão, com vida ou quão vivos conseguirem permanecer, constitui uma formalidade que desejo que cumpram. Espero que compreendam as precauções que adotei, pois são em prol de um bem
superior. Meu bem superior. Com uma reverência sombria e o apetite da curiosidade insaciável, Conde Strahd von Zarovich
1
2
3
4
5
While viewing the website, tap in the menu bar. Scroll down the list of options, then tap Add to Home Screen.
Use Safari for a better experience.